Rodoviária de BH sedia Mostra da Diversidade Cultural

27 julho 2021

A Rodoviária de BH recebeu, no último fim de semana, a “Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular”, realizada pela organização não governamental Favela É Isso Aí, em conjunto com a Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e a MedSênior. A exposição veiculou, nos dias 24 e 25/7, apresentações de vários grupos de Minas Gerais, em painel de led instalado no hall principal do espaço.

Para todos verem: grande monitor de led exibe vídeo com apresentação artística no hall principal da Rodoviária, enquanto passageiros estão sentados nas cadeiras do Terminal, de frente para o painel (crédito da foto: Samira Penido – Espaço Ampliar/Favela é isso aí)

A gestora da Mostra, Clarice Libânio, salienta a importância de levar a exposição dos artistas das comunidades de Belo Horizonte para a Rodoviária, a fim de democratizar o acesso aos produtos da iniciativa. “Mostrar o projeto em um espaço onde passam tantas pessoas diariamente, como é o Terminal Rodoviário, para nós, é uma oportunidade, para que a nossa arte, a arte dos grupos que nós contemplamos seja levada aos transeuntes de Belo Horizonte, mas também de outras cidades de interior e outras capitais”, completa.

De acordo com a ONG Favela É Isso Aí, foram premiados 16 projetos culturais e socioculturais realizados por entidades, grupos, artistas, coletivos ou ações focadas na transmissão de saberes, ofícios e práticas culturais, das cidades de Belo Horizonte e Contagem. A Mostra busca fortalecer as manifestações culturais e o patrimônio imaterial de Minas Gerais.

Como registro da ação, será publicado e distribuído um livreto que reforça o caráter de valorização do patrimônio proposto pelo edital do Favela é Isso Aí. Desde 2018, a ONG vem realizando iniciativas semelhantes que destacam a diversidade da cultura popular brasileira, em editais direcionados a regiões como o Vale do Jequitinhonha e o Centro-Oeste de Minas Gerais, além de Feira de Santana, na Bahia.

A organização foi criada para a construção da cidadania mediante o apoio e a divulgação das ações de arte e cultura da periferia. A ONG também trabalha na geração de renda para artistas e na melhoria das condições do fazer artístico e do acesso ao mercado cultural, além de combater a discriminação contra moradores de vilas e favelas.

As edições anteriores da Mostra podem ser vistas na página do projeto www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural. Os resultados da etapa virtual das iniciativas premiadas em 2020 são apresentados no canal da plataforma YouTube da ONG: www.youtube.com/user/favelaeissoai.

Terminal Rodoviário: Praça Rio Branco, 100 - Centro, Belo Horizonte – MG